17 de mar de 2013

De bike por aí




Sabe aquela velha frase: "É como andar de bicicleta a gente nunca esquece"? Pois então, desde o ano passado que encuquei que iria comprar uma bike, mesmo com a dúvida se conseguiria andar depois de muitos, muitos anos, não desisti e depois de pesquisar em muitas lojas virtuais e físicas, não sei porque insisti tanto em uma nova, sou a pessoa que mais fuça coisas velhas no Mercado Livre, enfim achei uma Ceci dos anos 80, tive que colocar pneus novos e trocar algumas peças, mas valeu cada centavo. Depois de pedalar um pouquinho em uma noite de dilúvio no Ibirapuera, fomos andar na ciclovia pelo centro de Sampa no dia seguinte é como ter outra visão da cidade, me sinto mais integrada e minha paixão pela bicicleta e pelo centro de São Paulo cresceram mais ainda, com sol, chuva e amigos queridos.

Bjocas e uma ótima semana!

3 comentários:

  1. Depois de tanto eu insistir, marido comprou uma bicicleta nova pra mim, mas vou te contar, fiquei com uma dor no bumbum kkkk. Mesmo assim, foi muito bom voltar a pedalar.
    Bons passeios pra você.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que delícia a sensação de liberdade que um passeio assim dá! Parabéns.
    Bjks. Neli

    ResponderExcluir
  3. Meninas é libertador demais! Dor no bumbum é inevitável do começo né?

    Bjosss!

    ResponderExcluir

Diga aí...